One On One a estrategia de gestão das grandes empresas

Um gestor de empresa tem que se preocupar com vários pontos de seu negócio, tais como: gerenciamento financeiro, segurança das informações, legislação, vendas, contabilidade, gestão de pessoas, fechamento de folha de ponto, etc.

Dentre todos esses pontos, existe um que se destaca desde o início da Pandemia é:

Como reter os talentos da empresa?

Está cada vez mais difícil contratar novos colaboradores talentosos.

Com um mercado optando cada vez mais por contratar pessoas para trabalhar em home office, o número de talentos se torna escasso.

Reter os talentos evita os custos da demissão, contratação de novo funcionário, além do processo de capacitação e treinamento.

Além disto como citado pela McKinsey & Company, um funcionário produtivo pode ser até 400% mais eficiente que um funcionário mediado. Podendo chegar até 800% se o trabalho for complexo.

Atualmente, existem várias pesquisas e estratégias para reter talentos.
  • Ter uma boa EVP – (Employee Value Proposition– Proposta de Valor ao Empregado)

  • Manter o colaborador motivado

  • Ambiente de trabalho agradável

  • Planos de carreira

  • Reconhecimento pessoal e financeiro

  • Desafios

  • Cultura de feedback

  • Processo seletivo estruturado.

Então, qual seria a melhor estratégia?

Após tantas estratégias, uma se destaca por trazer um conceito cada vez menos usado em um mundo de redes sociais, WhatsApp, etc. Se trata do One on One, cujo foco é ouvir as pessoas.

Cada vez mais as pessoas sentem que não são realmente ouvidas, trazendo uma sensação de desvalorização. Escutar seus colaboradores é importante, pois somos seres subjetivos, pois cada um traz a bagagem de sua história e enxerga o mundo da sua maneira. Segundo o livro First, Break All The Rules, da Gallup, autoridade mundial em engajamento, uma das estratégias que geram mais satisfação e engajamento dos colaboradores é fazer com que eles se sintam ouvidos no ambiente de trabalho, e que a empresa se importe com eles como pessoas.

Uma das maneiras de ouvir seu colaborador de forma estruturada é o One on One.

Origem

One on One (Ou 1:1) vem do inglês que significa (um a um).

É uma reunião de um líder com um liderado com os seguintes objetivos.

Ouvir o liderado.

Unir o papel de cada colaborador no propósito da equipe e da empresa.

Fazendo isso, os colaboradores se sentem mais confiantes para contribuir com suas ideias para um melhor desenvolvimento da empresa e da equipe.

Mas como podemos fazer isso?

O One on One é feito de forma periódica, podendo ser semanal, quinzenal ou mensal. Nestas reuniões, o liderado traz os assuntos para discutir com líder. O tempo geralmente é 30 minutos, não tem uma regra, podendo esse formato se adaptar em cada cenário. Mas é importante estabelecer uma periodicidade para evitar a procrastinação. One on One não é reunião de Feedback, neste encontro deve prevalecer a fala do colaborador. Se o líder estiver falando na maior parte do tempo, algo está errado. Aqui na LSoft cada líder escolhe a periodicidade conforme a dinâmica da equipe.

E quais benefícios isso trouxe para a LSoft?
  1. Retenção de talentos
  1. Colaboradores mais engajados

  2. Prevenção de problemas graves 

  3. Desenvolvimento do colaborador 

  4. Receber Feedback sobre a liderança 

  5. Integração da equipe 

  6. Sensação de Pertencimento

Você pode estar pensando;

“Eu não tenho tempo para fazer isso”.

Esse é o motivo para investir 30 minutos por mês para ouvir seu colaborador. Imagina quanto tempo vai gastar se tiver que treinar um novo colaborador para ficar tão bom quanto o atual. Além de todo o custo de desligamento e de contratação.

Close-up image of business people assembling puzzle
Dicas para quem quer implementar
  • Confiança: o colaborador deve ter confiança para poder se expressar. A conversa deve ser sigilosa.
  • Local Seguro: escolha um local que tenha privacidade, onde o colaborador possa se expressar sem a preocupação de ser ouvido por outras pessoas.

  • Resultados: o One on One não é um bate-papo, então é necessário buscar soluções para as questões levantadas. Sempre leve para o One on One a solução do que ficou pendente na última reunião.

  • Planejamento: sempre ao final de um One on One, já agende o outro.

  • Empatia: Dê abertura para ouvir questões pessoais. O bem-estar do colaborador é essencial para ele estar motivado.

Conclusão

Em um mundo onde os talentos fazem uma diferença nos resultados da empresa, fazer um One on One se torna uma necessidade para entender o que é preciso para continuar com o liderado na equipe.

Os ganhos vão de saber a melhor forma de remuneração até evitar uma demissão. As reuniões são uma ferramenta importante para a gestão de pessoas e para a cultura da empresa.

Conhecia o One on One?

Deixe nos comentários como faz a retenção de talentos e se pretende implementar o One on One. Além de manter uma boa gestão com essa estratégia, você pode implementar um sistema de gestão em sua empresa com o LSoft Sistema de Gestão.

Jhonatan Maciel
Últimos posts por Jhonatan Maciel (exibir todos)

Nossos Clientes